Bianca Bin revela o que faz com sua menstruação e gera repercussão enorme na web

Bianca Bin não está engajada num movimento feminista apenas em “O outro lado do paraíso”. A intérprete de Clara, que fez justiça contra o homem que a agrediu na ficção, postou imagens convidando as seguidoras a participarem de um ritual chamado “Plante sua lua”.

A atriz Bianca Bin, que vive a Clara em “O Outro Lado do Paraíso”, falou sobre menstruação em sua entrevista à edição de janeiro da revista “Glamour”.

Ao comentar sobre sua feminilidade e como sempre se sentiu mulher, Bianca abordou o assunto, que aos poucos vai deixando de ser tabu.

Ela diz que morreu de vergonha quando menstruou aos 12 anos pela primeira vez. “O que era para ser um processo bonito e feminino foi traumático. Fiquei horas trancada no banheiro. Hoje passou, ainda bem! Sempre agradeço por esse sagrado feminino e planto a minha lua”.

Ao explicar o que é ‘plantar a lua’, Bianca foi bem didática: “Plantar a lua é devolver o sangue para a terra. Uso o coletor menstrual e coloco o sangue nas plantas, diluído em água. É uma forma de fechar o ciclo. Isso mudou minha relação com meu corpo e com me entender mulher. O universo é uma grande potência feminina e é com essa força que busco me conectar sempre”, disse.

De acordo com o site fotografado por Bianca Bin no post, trata-se de um exercício “simples, poderoso, curador e profundo a todas as mulheres” em que elas devem coletar seu sangue menstrual e depositá-lo num jardim, vaso de planta ou diretamente do corpo para a terra.

Sangue menstrual é jogado na terra
Sangue menstrual é jogado na terra Foto: Reprodução/Instagram

Os posts foram compartilhados nesta quarta-feira pela atriz. Além do procedimento anterior, os tutoriais explicam que deve-se entrar em estado de silêncio, já que o sangue é oferecido no simbólico ritual. Junto com ele, como explica a terapeuta corporal do site que Bianca citou, Morena Cardoso, a mulher deve entregar “junto com seu sangue todas as impressões negativas que carrega a respeito de ser mulher: as memórias de abortos, traumas, abusos, violência ou maus tratos contra o seu feminino”.

Em entrevista recente à revista “Glamour”, Bianca Bin disse que faz o ritual: “Plantar a lua é devolver o sangue para a terra. Uso o coletor menstrual e coloco o sangue nas plantas, diluído em água. É uma forma de fechar o ciclo. Isso mudou minha relação com meu corpo e com me entender mulher. O universo é uma grande potência feminina e é com essa força que busco me conectar sempre”, contou.

Post de Bianca Bin

11 comments

  1. Pingback: 蜘蛛
  2. Pingback: prime account csgo
  3. Pingback: Caco-2 assay
  4. Pingback: forex signals
  5. Pingback: ini
  6. Pingback: Entertainment News
  7. Pingback: silne krwawienia
  8. Pingback: Metabolic kinetics

Comments are closed.