Quanto sexo um casal deve fazer por semana para ser feliz? A ciência responde

Para que um relacionamento possa ser considerado bem sucedido, é importante haver uma intimidade física e emocional consistente entre o casal.

As relações íntimas são fundamentais para manter a felicidade conjugal, segundo um estudo realizado pela Universidade de Flórida, nos Estados Unidos.

O jornal Psychological Science publicou os resultados do estudo que contou com a participação de 214 casais recém-casados e foi realizado pela sexóloga Andrea Meltzer

Os casais tiveram que reportar o quão satisfeitos estavam com o seu relacionamento e seu cônjuge, avaliar o quão satisfeitos estavam com sua vida íntima e o engajamento do parceiro nas relações.

Segundo o estudo, a intimidade física entre o casal produz um brilho que dura até 48 horas, o que faz aumentar a satisfação da relação a longo prazo. Fonte familia.

“Nosso estudo demonstra que a satisfação mantem-se elevada dois dias após o casal ter tido relações. Quando maior o brilho de cada um, isto é, pessoas que manifestaram um nível alto de satisfação, mais elas conseguem manter elevados esses níveis por bastante tempo”, explica Meltzer.

Qual seria o número mágico?

Mas afinal quantas vezes por semana um casal deve manter relações para ser feliz? Pois uma  pesquisa feita e publicada na revista especializada Social Psychological and Personality Science, que contou com a participação de mais de 30 mil pessoas com parceiros fixos, chegou ao número da felicidade conjugal.

Segundo os resultados da pesquisa, concluiu-se que, para ser feliz no casamento, basta ter relações apenas uma vez por semana.

A pesquisadora Amy Muise, psicóloga social da Universidade de Toronto-Mississauga, diz que, embora a felicidade esteja associada ao número de relações íntimas de um casal, esta relação já não é significante numa frequência maior do que uma vez por semana.

“Nossas descobertas indicam que não é preciso ter relações íntimas todos os dias desde que se mantenha uma conexão íntima com o parceiro”, avalia.

Este número é realista?

O terapeuta Tammy Nelson afirma que não existe nenhuma norma ou regra para a vida íntima de um casal.

Não existe um número mágico que irá trazer felicidade ao casal porque a dinâmica deles vai mudando com o passar do tempo, de acordo com suas necessidades.

Ao Huffington Post, ele afirmou que a maior dúvida dos casais que procuram o seu consultório é saber se a vida deles é normal.

“O mais importante é que você aceite as diferenças e aprenda a ter empatia pelo seu parceiro”, disse o especialista.

Ele enfatizou que toques carinhosos fora do quarto e conversas frequentes sobre a intimidade podem ser os fatores mais importantes para a satisfação no relacionamento.